Filosofia de Vida
Vida Saudável e Bem Estar

Com a queda do preço do dólar, sobe o percentual de brasileiros que pretendem viajar para o exterior, para estudar ou à passeio.

Com a alta do dólar o percentual de brasileiros que viajavam para estudar ou passear no exterior teve uma grande queda, com a alta da moeda americana os brasileiros estavam viajando pelo Brasil mesmo.

A alta do dólar não prejudicou apenas os viajantes e estudantes, mas também os compradores, que veem uma ótima oportunidade em importar produtos do exterior. Porém com a alta do dólar o preço dos produtos começaram a aumentar e o que valia a pena, deixou de valer e os brasileiros começaram a gastar mais com produtos nacionais.

Muito estão na esperança da moeda americana ter uma queda no preço, para poder planejar viagens e compras. Com a queda no dólar nesta terça-feira, 16 de 2017 muitos estão aproveitando e comprando seus produtos, e planejando viagens para o exterior. Enquanto outros preferem ser mais cautelosos e estão aguardando uma melhor oportunidade para fazer suas viagens e compras.

Uma pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) com cerca de duas mil famílias em sete capitais brasileiras aponta que o percentual de brasileiros que pretende viajar para o exterior subiu de 17% para 27%. Cerca de 73% dos brasileiros pretendem viajar pelo Brasil, enquanto 27% pretendem viajar para o exterior.

logo fgv

O maior crescimento foi registro em São Paulo, de 17% em março do ano passado para cerca de 24% para este ano. A maioria dos viajantes pretendem se deslocar de avião.

Operadores cambistas acham muito difícil o dólar permanecer abaixo dos R$ 3,10, para eles isso não vai durar muito tempo, essa semana ainda o dólar pode voltar a subir novamente.

Vale lembrar que este é o menor preço do dólar desde 18 de Abril deste ano, quando a moeda americana chegou a valer R$ 3,08.

Cursos profissionais

Qual a relação existente entre a crise económica mundial e os cursos profissionais ? A resposta a esta pergunta é a informação que poderá encontrar nas próximas linhas. Fique connosco.
Vivemos tempos de grandes mudanças a todos os níveis e a economia não foge à regra. Actualmente, as grandes economias da Europa e da América do Norte, estão a viver tempos de grandes transformações, nomeadamente devido à desindustrialização, que de está a deslocalizar para economias emergentes como as da China, índia e Brasil, onde a mão de obra é mais baratas, e como consequência disso, nos países onde antes se viviam tempos de prosperidade económica, vivem-se hoje tempos de desemprego e recessão. Isto é obviamente mau, mas as crises são também tempos de oportunidades. Oportunidades de criar novos modelos de organização de sociedade, mas para isso é necessário existir inovação no tecido empresarial de forma a responder aos novos desafios. Essa inovação já está a acontecer progressivamente, e cada vez mais as empresas necessitam de profissionais com novas competências.

Neste sentido, e porque as formações de nível superior são bastante dispendiosas e de longos períodos de duração, os cursos profissionais apresentam-se como uma excelente opção a quem se pretende actualizar, de forma a conseguir responder às novas necessidades do mercado de trabalho, e consequentemente ter um futuro profissional mais estável e bem remunerado.
Assim, sendo, passamos a mencionar então alguns cursos profissionais que do nosso ponto de vista são hoje em dia boas opções de formação, tendo em conta o presente e o futuro da economia e das necessidades do mercado de trabalho.

Web design e programação – com um mundo cada vez mais tecnológico, não existe hoje em dia empresa nenhuma do Mundo, que tendo por objectivo competir seriamente no mercado, que não tenha uma presença forte na Internet. Neste sentido, nos últimos e nos próximos anos ter um site na Internet é obrigatório e desta forma, estão abertas as portas para a geração de muitos negócios na área do desenvolvimentos de sites. Assim sendo, os cursos profissionais de web design e programação, são hoje em dia uma excelente opção de formação para quem gosta desta área, e existem muitas e boas escolas a leccionar cursos de curta e média duração nesta área.

Marketing digital – e se ter um sitio na Internet é obrigatório, tê-lo mas não ter visitas é como se ele não existisse.

Neste sentido, os profissionais do marketing digital serão pessoas com grande importância no seio das empresas, pois do trabalho deles dependerá certamente a geração de muitos negócios. Alguém que por exemplo tenha uma formação superior na área do marketing em geral, deverá desde já apostar numa formação nesta área, pois os investimentos publicitários na Internet crescem de ano para ano e cada vez mais se vão assumir como o principal meio de comunicação para as empresas.Energias renováveis – este é outro sector onde vão surgir inúmeras oportunidades de emprego. Estando o  mesmo em uma fase ainda bastante embrionária, apostar em uma formação na área nesta altura é uma excelente opção, pois cada vez mais a consciencialização das pessoas e das empresas para o uso de energias renováveis é maior.

Portugal é por exemplo um país onde muito se tem feito no sentido de desenvolver novas fontes de energia, e cada vez mais existem necessidades de encontrar profissionais formados nestas áreas.Geriatria – devido ao grave problema demográfico que muitos países então grandes potenciais do Mundo atravessam relativamente à sua demografia, e com a população cada vez mais envelhecida, este é outro sector de grande futuro. Não se vislumbram grande mudanças a nível demográfico na Europa e na América do Norte e como tal, cada vez mais serão necessárias pessoas com  formação na área, para responder às necessidades de uma população cada vez mais envelhecida.

Esta foi apenas a primeira parte desta série de artigos dedicados a dar a conhecer aos leitores alguns dos cursos profissionais que são nos dias de hoje excelente opções de formação. Nos próximos artigos daremos a conhecer outras opções de formação com futuro.

Esperamos ter sido úteis de alguma forma com estas informações.
Até à próxima!

Veja mais no site: http://dietasaude.club/

O Banco Rural faturou mais um prêmio com o Portal Rural 2.0, dessa vez o Customer & Partner Innovation Awards 2012, promovido pela empresa Software AG. A premiação aconteceu em outubro, em Orlando, na Flórida (EUA). O Rural ficou entre os finalistas desse prêmio internacional na categoria ROI (Retorno sobre o investimento) e disputou com grandes empresas reconhecidas mundialmente.

“O troféu anterior, efinance, evidenciou o mérito do produto que construímos. Esse novo prêmio é o reconhecimento do retorno de investimento obtido com o Portal. Atestam, portanto, o acerto do direcionamento tecnológico adotado pelo Banco Rural, tanto material como financeiramente”, observa o analista de sistemas do DEINC Orlando Bissacot, um dos idealizadores o portal.

Em abril, o Banco venceu o XI Prêmio efinance 2012 na categoria Portal, considerado um dos mais importantes na área de tecnologia aplicada ao mercado financeiro no país.

O portal Rural 2.0 tem como benefício a integração total de todos os sistemas já existentes (legados, novos ou de terceiros) em um único portal corporativo, independentemente do tipo de interface. O que significa que o usuário pode navegar tanto em ambiente web (intranet) como em um sistema com interface de caractere, conhecido como “tela preta” ou “mocha”.

Outro benefício é a redução do tempo necessário para o atendimento de novas demandas de tecnologia, tanto internas quanto externas, além de melhorar a segurança, o desempenho, a disponibilidade, a acessibilidade e a ergonomia dos novos desenvolvimentos.

Consulta detalhada, rápida e segura com o Credit Bureau

Para facilitar e otimizar a consulta aos dados cadastrais e financeiros de pessoa física, o Banco Rural contratou o serviço Credit Bureau, uma plataforma de consulta ao mais completo banco de dados da América Latina sobre pessoas físicas, disponibilizado pelo SERASA.

O serviço é  voltado para instituições que precisam conhecer melhor os clientes e basear suas decisões de crédito em dados cadastrais, registros e anotações de inadimplência.

Para integrá-lo ao Portal Rural 2.0 – canal interno disponível para os funcionários, utilizou-se a ferramenta Crivo, que consome o serviço fornecido pelo SERASA e disponibiliza as informações pesquisadas por meio de um formulário web, dentro do canal.

O Credit Bureau é o resultado do desenvolvimento de duas soluções tecnológicas adotadas pelo Banco Rural, sendo a primeira delas o estabelecimento de uma arquitetura orientada a serviços (SOA), que permite a integração entre sistemas de diversas fontes e plataformas, com agilidade e segurança. A segunda solução é a introdução da solução Crivo, um sistema de consultas que, por meio de fontes externas e internas, tais como Receita Federal, Detran e o SERASA,  busca informações cadastrais do cliente, efetua o cruzamento dessas informações  com as Políticas de Crédito pré- definidas pela instituição e, em segundos, fornece dados para a melhor a decisão operacional por parte de quem está realizando a pesquisa.

Papai Noel dos Correios é sucesso no Rural

Emoção e alegria marcaram a entrega dos presentes às crianças da Creche das Perpétuas, no Bairro Alípio de Melo, em Belo Horizonte, no dia 18/12. A adoção das 95 cartinhas pelos funcionários do Banco Rural permitiu aos pequenos terem um Natal encantado, pois seus desejos foram atendidos. A presença do Papai Noel, representado pelo funcionário Jorge Luiz de Castro (do Data Center), tornou o momento ainda mais mágico.

O funcionário Jonatan Marinho (SUAEX) conta que atendeu ao pedido de um menino de seis anos, que sonhava com um helicóptero de controle remoto. “Eu escrevi uma cartinha para o menino desejando Feliz Natal para ele e para toda a família. Comprei oito pilhas para o brinquedo para ele poder usar assim que receber”, conta Jonatan. “Acho muito importante participar dessa ação. Não me custa nada ajudar alguém”, afirma ele, que sempre, nesta época do ano, ainda compra cinco cestas básicas para doar a famílias carentes.

Kelly Cristina de Souza (DESPO) participou da ação pela segunda vez. “Peguei três cartinhas de meninas de 3, 4 e 6 anos, todas pedindo bonecas. Acho que é importante a gente poder participar e presentear quem, muitas vezes, não tem nada. Sinto-me bem com essa ação”.

Marcelo Souza (DESIC) conta que ficou feliz em poder participar, adotando duas cartinhas que pediam uma bicicleta e um helicóptero de controle remoto. “Fiz pesquisa de preço durante a semana. Reservei um sábado para ir à Savassi e ao Shopping Oiapoque fazer as compras. Enfrentei calor e multidão, mas achei muito legal poder ajudar. No domingo, à noite, traduzi o manual de uso do helicóptero e coloque junto com o embrulho”.

Na Agência Natal, Rivaldo Guerra presentou duas crianças de 4 e 9 anos, com uma boneca que fala, e uma bola de futebol e material escolar, respectivamente. “É um grão de mostarda no universo isso o que a gente faz, mas é importante colaborar, é emocionante, me sinto o próprio Papai Noel!”.

Dica: situação cadastral do cpf